Páginas

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Hino de Manaus (tradição folclórica)

HINO DE MANAUS
(tradição folclórica)
Letra: Irmã Dorotéia Ouvídia Dias

Manaus, terra das florestas, terra das
castanhas e dos seringais
Manaus,terra dos barés, dos igarapés,
rios colossais

O Rio Negro majestoso vai correndo
pressuroso
O Amazonas engrossar e com suas
negras águas
Vão se todas mágoas no oceano se apagar.
Manaus! Manaus, terra das florestas

A vitória-régia flor ostentando linda cor
Tem no seu desabrochar teus sorrisos,
teus afagos
Nos teus belos grandes lagos onde as 
garças vão
repousar.
Manaus! Manaus, terra das florestas

Tuas róseas madrugadas de baunilha
perfumadas
Traz alento ao pescador,
ao intrépido vaqueiro
Ao heróico seringueiro no seu regional labor.
Manaus! Manaus, terra das florestas

Minha "cidade risonha"
O Brasil contigo sonha: um futuro a lhe sorrir
Tu serás forte celeiro deste povo brasileiro
Algum dia no porvir.
Manaus! Manaus, terra das florestas

In PONTES FILHO, Raimundo Pereira. História do Amazonas. Manaus: Editora Cultural da Amazônia, 2011.

Sobre este hino não encontrei muitas informações sobre datas ou autoria, apenas que é um dos reconhecidos como hinos em homenagem à cidade de Manaus. Mas vale a pena refletir sobre algo que se repete nas canções e hinos sobre Manaus ou Amazônia, essa ideia de que tudo está no porvir como na última estrofe: Minha "cidade risonha", o Brasil contigo sonha: um futuro a lhe sorrir. Tu será forte celeiro deste povo brasileiro, algum dia no porvir.

Um comentário: