Páginas

sábado, 10 de agosto de 2013

Lendo o mundo pelos jornais virtuais

No meu laboratório de pesquisa


Há tempos que leio  jornais e revistas pela internet. E com o doutorado adquiri uma rotina de leitura dos jornais locais diariamente, em busca de notícias relacionadas à minha pesquisa sobre o patrimônio e centro histórico de Manaus. Isso envolve a busca de temas relacionados à cidade de uma forma geral. Então faço isso, todos os dias, pela manhã e/ou à noite, leio os jornais locais. Às vezes incluo os periódicos nacionais. No geral, deixo os periódicos nacionais para o final de semana. E aos domingos, incluo também alguns jornais internacionais, como uma forma de fazer um balanço do que está acontecendo no mundo (e que os jornais relatam) e até buscar compreender de que forma e até que ponto, esses acontecimentos narrados têm algum impacto na cidade de Manaus. Hoje resolvi fazer a lista dos jornais que leio e divulgar.

JORNAIS LOCAIS
A Crítica
Em Tempo
G1 AM
D24 AM
Portal Amazônia

Nos cinco jornais locais eu busco a parte de cidades, política, eventos culturais, especialmente ligados aos espaços públicos e ao patrimônio em Manaus. E no último ano venho fazendo clipagem virtual no blog, para guardar as matérias que mais interessam à minha pesquisa sobre patrimônio e Centro Histórico de Manaus.

JORNAIS NACIONAIS
IG Notícias
Estadão
Folha de São Paulo

O IG eu uso mais para distrair. Leio apenas as notícias que me interessam, sem me deter demoradamente no todo da página. Busco diretamente as manchetes sobre Cultura, Cidades, Ciência, o bloco de Gente e o Delas. Alguns infográficos também me atraem. Leio algumas notícias sobre tecnologia e redes sociais e sobre design. Em O Estadão, busco as notícias sobre Cultura e Arte, que geralmente são textos bons, bem escritos e consistentes. Também leio algumas matérias sobre literatura. A Folha, me atrai pelos blocos de Cotidiano, Mundo, Folhinha, basicamente. Também leio notícias sobre as fofocas dos famosos da tv, algumas coisas sobre as novelas e outras coisas ótimas para distrair.

JORNAIS INTERNACIONAIS
El País - Espanha
The New York Times - EUA
Corriere della Sera - Itália
Le Monde - França

Para começar, não sou fluente em nenhum desses idiomas, mas compreendo alguma coisa do que leio. Principalmente depois de ler os jornais locais e nacionais, não é difícil entender o que foi tema de debate no mundo todo. Mas também foco nas matérias sobre arte e cultura, embora tenha um fascínio pela parte política também. Assim como faço com os jornais nacionais e locais, eu verifico todas as matérias para escolher as que quero ler, depois volto e abro o link. O El País, é o que mais leio matérias, pela facilidade com o idioma espanhol. Leio principalmente as matérias sobre o Brasil, como uma forma de compreender melhor (a partir de um olhar mais global e de fora) os temas que são tratados aqui. Isso aconteceu muito com o período das manifestações, em que o Brasil foi tema de toda a imprensa internacional. Enquanto os jornais brasileiros falavam dos detalhes dos acontecimentos, numa visão de dentro do fato, os jornais internacionais avaliavam de fora, de forma global. O The New York Times é um dos mais difíceis de ler, mais pelo seu formato visual do que pelo idioma. Geralmente me guio pelas imagens até encontrar alguma matéria interessante para ler.Visualmente é muito cansativo. O Corriere della Sera sempre traz alguma matéria sobre a situação do patrimônio na Itália. Geralmente é só o que leio. O Le Monde tem a organização visual que facilita a leitura. Há espaço entre as matérias. Gosto muito desse formato.

Há muito o que ser explorado nos periódicos online. Estou aprendendo.


2 comentários:

  1. curti! Gostei em especial e eventualmente faço isso: ler fatos ocorridos em nosso país em jornais internacionais. As vezes muda a abordagem e as interpretações. Amplia nosso ponto de vista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Kleberson! Confrontar o 'olhar de dentro' com o 'olhar de fora', nos faz crescer. Além de ser uma ótima maneira de aproveitar a tecnologia que está disponível. Que bom que gostou!

      Excluir