Páginas

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Noite de autógrafos no Largo de São Sebastião


Preparando os livros para a noite de autógrafos.
A noite de 8 de maio foi muito especial para mim, porque eu estava em um dos espaços mais lindos da cidade de Manaus, o Largo de São Sebastião, onde fica a Praça de São Sebastião e o Teatro Amazonas, cartão postal da cidade. Às quartas-feiras, o Tacacá da Gisela promove o Tacacá na Bossa, um projeto que reúne artistas da cidade para fazerem apresentações aberta ao pública no Largo. Esta quarta-feira, teve o show de Nícolas Jr e a praça sempre fica lotada quando ele se apresenta. Nesta noite, eu estava lá, feliz da vida em uma noite de autógrafos do livro 'Monumentos Público do Centro Histórico de Manaus'.

Desde quando comecei a pesquisa sobre os monumentos públicos, em 1997, meus olhos passaram a observar melhor a Praça de São Sebastião e todo o centro histórico. Em 1997 ainda era apenas a Praça São Sebastião com o Monumento à Abertura dos Portos ao centro e o Teatro Amazonas do outro lado. O Monumentos e as esculturas externas do Teatro, compõem o livro. Em 2004, a SEC efetuou o primeiro grande projeto de revitalização do espaço, fechando as ruas e transformando todo o entorno, com a revitalização dos prédios e a criação do Largo de São Sebastião. Antes que o projeto fosse concluído, lembro que ficavam alguns tapumes cercando a praça e a Secretaria de Cultura realizava oficinas de pintura todas as semanas. Em uma das minhas aulas pelo Centro Histórico, levei os alunos da Escola Estadual Francisco Albuquerque, para esta atividade. Eram as primeiras aulas de um projeto de Educação Patrimonial que comecei depois da realização da pesquisa de catalogação das obras, em 1998.

A partir da abertura do Largo, muitas atividades culturais passaram a ser realizadas, como os shows às sextas-feiras, com o Carrossel da Saudade. Nesse tempo, um grupo de amigos começou a se reunir na Barraca de Tacacá, especificamente em um banco atrás da barraca, um dos bancos da praça. Com Sully Sampaio e Adson Nascimento, nascia ali a Comunidade do Banco. Comecei a fazer parte deste grupo e outras pessoas foram chegando. Bom, outro dia eu conto detalhes sobre esse grupo alegre de pessoas que amam e vivem em Manaus. Mas quero acrescentar que este grupo foi importante para a retomada de uma experiência de espaço público para um dos seus principais propósitos, reunir pessoas. Depois da transferência do Carrossel da Saudade para outro ponto da cidade, o Largo passou a receber outros shows até a efetivação do Tacacá na Bossa, todas as quartas-feiras.

Em 2010, ingressei no doutorado na PUC-Rio com um projeto que foi tomando corpo e forma e acabou por fazer um recorte no Largo de São Sebastião. A cada viagem de volta a Manaus, o Largo era um espaço obrigatório não só para visita, mas para permanência e pesquisa constante. Para conversa com os amigos, com turistas, registro fotográfico e uso do espaço como espaço público. Nesse tempo de doutorado, escrevi artigos sobre o Largo, fiz um grande registro fotográfico, pesquisei sobre o projeto de revitalização entre outras coisas. E no processo da pesquisa, fui agregando a poesia e a música nas minhas reflexões, entre os trabalhos selecionados, está o Divina Comédia Cabocla, dois cds gravados por Nícolas Jr e lançados em 2004, com letras de Nícolas Jr. e Aldísio Filgueiras e a participação de Joaquim Marinho. Também uso poemas do Aldísio, do livro 'Manaus, as muitas cidades', nas reflexões da tese. 

Por todos esses motivos, essa noite de quarta-feira, 8 de maio foi tão especial. Estar neste espaço autografando um livro que fala sobre o patrimônio da cidade... foi emocionante! Reencontrar os amigos da Comunidade do Banco, foi emocionante! Compartilhar o mesmo espaço com o Nícolas Jr., foi emocionante! Conversar com pesquisadores doutores de várias áreas que me parabenizaram pela obra, foi ímpar! Receber ex-alunos de Design e parceiros de trabalho para confraternizar, foi incrível! O Largo é esse espaço privilegiado que reúne todas essas coisas. A minha história com o Largo de São Sebastião recebeu mais este capítulo. E exemplifica bem a minha relação com esta cidade onde eu nasci e pretendo ficar, por mais que viaje e conheça outras cidades. É aqui, meu lugar!


Convite veiculado nas redes sociais.


Amigos que estiveram presentes no evento.
 Agradeço de coração a todas as pessoas que estiveram presentes, às pessoas que divulgaram o evento nas redes sociais, às pessoas que adquiriram a obra, às pessoas que continuam divulgando este trabalho. Cada um que adquire o livro é financiador da edição desta pesquisa. Gratidão especial ao Joaquim, do Tacacá da Gisela, por abraçar esta ideia.

Com João Bosco Leite, o fotógrafo oficial da noite.
Todas as fotos, com exceção do convite, são de João Bosco Leite. Ah, esta foto em que ele aparece comigo foi feita por Dheyvid Andrew.


Onde encontrar o livro 'Monumentos Públicos do Centro Histórico de Manaus
Além destes pontos de venda, o livro pode ser adquirido diretamente comigo. As pessoas interessadas e que moram fora de Manaus, podem entrar em contato que envio pelo Correio.

Meu e-mail é: nasci.eva@gmail.com

**************
Por tudo, dai graças.
E eu estou muito grata por esse momento lindo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário