Páginas

domingo, 16 de junho de 2013

As ruínas em Manaus

Sobre as ruínas há muito o que ser feito em Manaus, no Centro Histórico.



************
Em Tempo
************


O cemitério da história avança em Manaus


Prestes a comemorar o seu 344º aniversário no próximo mês de outubro, Manaus atrai milhares de turistas anualmente em busca de aventura e boas recordações na metrópole encravada no meio da selva amazônica.
Além das belezas naturais, a capital amazonense chama a atenção pela bela e rica arquitetura construída durante o apogeu da borracha, entre os séculos 19 e 20, que revela a grande miscelânea europeia de prédios, praças e monumentos deixados como legado para a cidade.
No entanto, a falta de responsabilidade com o patrimônio público e a ação do tempo vêm transformando o “porto de lenha” em um verdadeiro “cemitério” de casarões e prédios históricos, alguns abandonados e outros sob posse consolidada, passado por gerações familiares.
Não tem como negar que muitos prédios históricos na cidade mantêm um padrão de qualidade e beleza igual ou superior comparados aos grandes marcos arquitetônicos no mundo, porém há muitos cujo valor artístico está degradado, abrindo espaço para o esquecimento desses que um dia compuseram a harmonia e a construção da história da capital.
Contudo, há uma grande preocupação por parte da nova gestão municipal no que se refere ao restauro e recuperação da identidade desses locais.
Dados do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) apontam na área do centro histórico de Manaus 1.656 unidades de interesse de preservação de primeiro e segundo graus, além da orla portuária e dez praças históricas, o que pode ser um grande passo visto que a cidade é hoje um dos pontos no Brasil mais visitados por turistas nacionais e internacionais.
Com o propósito de assegurar a preservação do patrimônio histórico, o prefeito Arthur Neto estabeleceu a criação da Secretaria Municipal Extraordinária para Requalificação do Centro (Semex), órgão responsável em desenvolver ações e projetos para recuperação do centro histórico de Manaus em ação conjunta com outras secretarias municipais ligadas à infraestrutura, cultura e turismo, trânsito, limpeza pública, além de secretarias sociais e de produção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário