Páginas

segunda-feira, 15 de julho de 2013

As propostas aprovadas na Conferência Municipal de Cultura - Manaus/AM

Esta III Conferência Municipal de Cultura foi bastante divulgada pelos meios de comunicação em Manaus e pelas redes sociais. Muito bom acompanhar as reuniões e as definições de políticas culturais, mesmo que passem a impressão de que estamos sempre reunindo, definindo, e implantando efetivamente pouca coisa, pois logo os gestores mudam e novas reuniões e novas políticas começam a ser traçadas. Espero que dessa vez aconteça de fato o que se propõe.



***************
A Crítica
***************



Conferência Municipal de Cultura aprova 20 propostas

Durante os três dias de encontro, vários segmentos se fizeram representar no espaço cultural Café Teatro, como: música, dança, folclore, hip  hop, povo de terreiro, circo, mestiços, além de grupos como Coletivo Difusão, In Concert e também o Sindicato dos Músicos do Amazonas

    A Conferência Municipal de Cultura, realizada durante três dias, reuniu 221 participantes inscritos
    A Conferência Municipal de Cultura, realizada durante três dias, reuniu 221 participantes inscritos (Divulgação/Chris Pellet)
    Todos os segmentos culturais e artísticos de Manaus se fizeram representar, no último final de semana, durante a realização da 3ª Conferência Municipal de Cultura, promovida pela Prefeitura de Manaus e coordenada pela Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Manauscult) com apoio do Conselho Municipal de Cultura (Concultura).

    Ao final de três dias de discussão, debates, análise e votação de sugestões, que aconteceram no espaço cultural Café Teatro, foram definidas 20 propostas, distribuídas nos quatro eixos temáticos adotados no encontro.

    O destaque vai para a criação de um selo amazônico para produção e distribuição do produto artístico cultural, com a garantia de sua regulamentação, dentro do eixo "Produção Simbólica e Diversidade Cultural". 

    Já no eixo "Implementação do Sistema Nacional de Cultura", uma das propostas em destaque foi a que garante a participação privada na composição dos fundos de cultura nas três esferas administrativas: (União, Estado e Município).

    Entre as propostas aprovadas no eixo "Cidadania e Direitos Culturais", uma das mais comemoradas foi a da promoção e fomento dos equipamentos culturais itinerantes, tais como bibliotecas e lonas de circo, para proporcionar acesso ao conhecimento e preservação do patrimônio histórico, cultural e ambiental.

    No quarto e último eixo de discussão, “Cultura e Desenvolvimento”, o destaque é a proposta que estabelece a criação de editais, prêmios e fomentos para a economia criativa (incubadoras, bancos, cooperativas e associações), para eventos de intercâmbios estaduais, nacionais e internacionais.

    Delegados

    A Conferência Municipal de Cultura, realizada durante três dias, reuniu 221 participantes inscritos, além de um público interessado em acompanhar as discussões. Do total de inscritos, foram eleitos 11 delegados para a Conferência Estadual, que deverá acontecer até 29 de setembro, em Manaus. Dos 11 delegados, 4 foram eleitos especificamente para representar os povos e comunidades tradicionais, como estabelece a regra do Sistema Nacional de Cultura.
     
    Ao final do encontro ficou definido, ainda, que haverá uma discussão específica para debater o Plano Municipal de Cultura, prevista para os dias 31/08 e 01/09. O resultado dessa revisão será encaminhado para o Núcleo Executivo do Plano, para que sejam feitas as devidas adequações.

    De acordo com o diretor presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, “este é um momento muito importante para consolidação de uma política de estado para cultura. Precisamos de uma cultura que valorize os artistas, que seja instrumento de promoção da nossa cidade”, disse ele.

    Já o gerente de Implementação do Sistema Municipal de Cultura, Márcio Braz, destacou que a conferência aconteceu de forma muito positiva e atingiu sua finalidade, que era debater as propostas e eleger os delegados para a Conferência Estadual de Cultura, além das propostas voltadas para os povos e comunidades tradicionais. "Foram feitas propostas específicas para a preservação, manutenção e a salvaguarda da cultura desses povos", observou. 

    Representações

    Durante os três dias de encontro, vários segmentos se fizeram representar no espaço cultural Café Teatro, como: música, dança, folclore, hip  hop, povo de terreiro, circo, mestiços, além de grupos como Coletivo Difusão, In Concert e também o Sindicato dos Músicos do Amazonas, e também por representantes do poder público que integram o Conselho Municipal de Cultura, como Semmas e Semad.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário